segunda-feira, 9 de maio de 2011

Dicas de Mestre para Mestre: Entrevista com Edu Trevisan


Olá pessoal hoje temos mais uma entrevista sobre dicas de mestre, nosso entrevitado da vez é Edu Trevisan do blog  Epic kingdom então sem mais delongas vamos ver o que este cara muito gente boa tem para dizer 




1- O QUE É FUNDAMENTAL PARA ESTABELECER UMA BOA CAMPANHA?
Primeiramente, o tema da campanha deve ser de agrado a ambos jogadores e mestre. Todos precisam estar afim de jogar (e ser presencial nas sessões) e isso já animará o mestre a preparar boas aventuras com muitas intrigas, relações entre os personagens e os NPC’s e eventos (isso torna a campanha viva). Outro segredo é o mestre não pensar muito no futuro final da campanha e sim na sessão atual e ou na próxima, toda aventura deve ser importante ou ele não terá nem chance de um dia chegar ao final...

2- QUAL É SEU MÉTODO PARA EVITAR INCOERENCIAS DURANTE O DESENVOLVIMENTO DA HISTORIA DAS AVENTURAS?
Esta é meio difícil eu responder porque eu nunca tive esse problema. Eu acho que tudo vale no RPG já que é tudo fantasia... Mas pro mestre não se perder em uma campanha longa, é legal manter aqueles reportes dos acontecimentos das sessões, nomes de NPC’s e relações entre eles, itens adquiridos pelos personagens, etc...

3- EM RELAÇÃO AO ENVOLVIMENTO DOS PERSONAGENS COM A TRAMA, QUAIS SÃO OS SEUS MACETES PARA INSERI-LOS CADA VEZ MAIS NA HISTORIA?
Os jogadores precisam colaborar com o mestre nessa, cada personagem deve ter seus objetivos pessoais; isso já dá muitas idéias pro mestre criar as sessões e talvez uma campanha inteira envolta disso. Aí é só criar também um objetivo em comum pra unir o grupo e está feito!

4- VOCÊ UTILIZA DE NARRAÇÃO COMPARTILHADA? SE SIM , ESTA FERRAMENTA TRAZ AO SEU JOGO MAIOR PARTICIPAÇÃO E INTEGRAÇÃO DOS JOGADORES?
Eu acho que todo jogo de RPG já é em si uma narração compartilhada: o mestre narra a história e o cenário e os jogadores narram a interação de seus personagens nisso. Querendo ou não, a história vai se desenvolvendo entorno disso, sem uma das partes (jogador ou mestre), o jogo e a história não saem.
Mas às vezes eu deixo os jogadores narrarem um final de um combate para agilizar ou onde encontraram tal item, como conseguiram tal objetivo, etc...

5- AO PERCEBER UMA POSSIVEL FALTA MOTIVAÇÃO POR PARTE DOS JOGADORES QUE ELEMENTOS VOCÊ USA OU JÁ USOU DENTRO DA NARRAÇÃO PARA DESPERTAR O INTERESSE?
Se descobrir a reposta dessa um dia, por favor, me conte. Eu tento de tudo: envolver os personagens dos jogadores e deixar eles conseguirem os seus objetivos, itens mágicos ou até um dragão de montaria (se é o que eles querem). Mas se o jogador está realmente desinteressado no jogo, não há muito o que o mestre fazer dentro de jogo, a não ser conversar em off. Às vezes dar um tempo ou começar uma nova campanha, novo jogo, ajudam...

6- COMO VOCÊ ENCARA O USO DE ACESSÓRIOS( MAPAS, GRIDS, OBJETOS..) NAS SESSÕES DE RPG?
Quase que essencial. Se você mestre, pode usar desses materiais... abuse! Tudo ajuda muito na imaginação dos jogadores e desperta interesse no jogo.

7- A ORGANIZAÇÃO DURANTE UM JOGO DE RPG É EXTREMAMENTE NECESSARIA, POR ISSO FALE ALGUMAS DICAS DE COMO VOCE ORGANIZA OS MATERIAIS DE SEU JOGO( FICHAS DE PDMS, ANOTAÇÕES DOS PDJS...)
Também nunca tive problemas com isso; não tem segredo: eu guardo tudo em uma pasta, na estante ou alguma caixa.

8- AINDA EM RELAÇÃO A CONSTRUÇÃO DE AVENTURAS E CAMPANHAS, VOCÊ GERALMENTE OBEDECE UMA ESTRUTURA MUITO PLANEJADA OU PREFERE IMPROVISAR? JUSTIFIQUE SUA RESPOSTA E EXPLANE EM POUCAS PALAVRAS SEU MÉTODO.
Ultimamente eu tenho só unido as idéias principais na minha cabeça, anoto em tópicos no papel, preparo combates balanceados e improviso todo o resto na hora. Além de dar uma liberdade maior aos jogadores, eu me divirto muito mais.

9- PARA VOCÊ O QUE É SER MESTRE E O QUE TORNA BOM?
Ser mestre é muito bom: é como ser um diretor de filme ou teatro; porém, nem mesmo você sabe qual será a reação e interação dos personagens e como será o final da história (já que não existem scripts). Um bom mestre é formado com o tempo, vivenciando situações e improvisos, adquirindo experiência e aprendendo com os próprios erros.

10 DEIXE UM RECADO PARA OS LEITORES DO BLOG FALANDO DE RPG.
Obrigado pela oportunidade de entrevista. Um grande abraço ao pessoal do Falando de RPG e à todos os seus leitores. Até + e muitos sucessos decisivos pra vocês!
- Edu Trevisan [Epic Kingdom RPG].