quinta-feira, 21 de julho de 2011

Colaboração d’O Bardo - Armadilhas para dungeons

Vamos falar seriamente, uma dungeon clássica sem armadilhas não existe. Mas hoje não vou entrar no mérito de elas deverem ser usadas ou não, apenas trarei alguns exemplos, para aquele dia em que você está sem ideias.

Fossos: geralmente com o objetivo de prender e atrasar, podem apenas estar lá, esperando você tentar ultrapassar ou surgir sob seus pés quando você pisar.

Fosso vazio

Fosso com animal/monstro

Fosso com água

Fosso com água com animal/monstro

Fosso com estacas

Fosso com graxa nas paredes

Fosso com ácido

Colunas de lâminas

Serras móveis

Paredes esmagadoras

Paredes esmagadoras com espinhos

Teto esmagador

Teto esmagador com espinhos

Teto que desmorona

Paredes com chamas

Paredes com flechas

Parede com machado pendular

Chão com piche

Chão com espinhos

Gás paralisante

Jogos como Prince of Persia (tanto os antigos quanto os novos), Tomb Raider e Orcs Must Die dão várias boas ideias também (mesmo porque, algumas dessas são desta procedência).

Não esqueçam de acessar As Crônicas do Bardo Acorde!

Bena