sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

7+1 Conselhos sobre Monstros

Olá leitor e leitora, mais um vez trazemos um post com algumas dicas rápidas em forma de tópicos. As dicas de hoje tem como assunto os amados monstros e a otimização de seu uso em nossos jogos e são levemente inspiradas na minha leitura do livro The Guide Writing Fantasy and Science Fiction, então vamos a ela?



  • Monstros servem a história. A história não serve aos monstros. As criaturas são as ferramentas.
  • Monstros são um recurso especial, encontrar um deles deve gerar sensações e emoções peculiares, por isso, todo cuidado em seu uso
  • Monstros também possuem peculiaridades. Lembre-se: nem todos os orcs são iguais
  • Nem todo monstro encontrado pelo grupo precisa ser um desafio a altura. Isso não é vídeo game. Correr para não morrer também é parte da aventura
  • Dê sua cara aos monstros e ao mundo que eles habitam. Você e o seu grupo são palavra final. Não seja uma cópia de Tolkien ou Martin, vá além. Combine e misture tudo e seja você no final.
  • Monstros não precisam ser o centro. Eles não são essenciais. Muitas vezes quanto menos se usa, mas significativo é seu aparecimento
  • Monstros que servem como metáforas e alegorias acabam sendo mais marcantes e frequentemente lembrados por serem mais profundos, mas não exagere nisso.
  • Após entender todos os princípios quebre-os e modifique-os, eles não são uma receita de bolo, são apenas uma bússola.


or hoje é só.
Até mais!
Se você gostou não deixe de comentar.
Nos acompanhe também no Facebook: https://www.facebook.com/FALANDO DE RPG
Nos siga no twitter: @alvaroelisio
Torne-se nosso padrinho: https://www.padrim.com.br/FALANDO DE RPG