quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Pensando Sobre Elfos


Olá senhores e senhoras! Hoje venho aqui compartilhar alguns pensamentos que tive sobre elfos e sobre como enriquecer um pouco o background dessa raça apresentada no Livro do Jogador de  D&D 4ed. São apenas algumas ideias nada muito elaborado ou cansativamente pensado espero que vocês gostem e  que minhas palavras ajudem a vocês a enriquecerem mais seus mundos , como sempre peço  não esqueçam de comentar e dizer o que acharam, além de sugerirem a próxima raça que vocês gostariam de ler.

Elfos

A organização dos elfos é tribal e há sempre um casal de anciões  que geralmente interliga todas as outras famílias élficas que compõem o clã. Tais famílias são sempre interligadas com laços consanguíneos o que faz com que todos os elfos do clã sejam parentes de alguma maneira.
Os casamentos dos elfos são predominantemente fechados, ou seja, acontecem dentro de um mesmo clã, no entanto casamentos entre clãs não são inexistentes apenas atípicos, os motivos para tais excepcionalidades são diversos, desde guerras a amores proibidos e algumas lendas élficas famosas contam essas histórias.
Em uma mesma floresta geralmente vivem diversos clãs, não existe um governante soberano que submeta  todos os clãs a sua autoridade, porém um concelho central é formado de tempos em tempos pelos casais mais velhos, geralmente quando o concelho se reúne não é um bom sinal, pois sua principal função é refletir sobre os perigos que ameaçam a população élfica em sua totalidade, além desse motivo conflitos entre clãs também podem reunir o concelho assim como pedidos de aliança inter-racial.
A religiosidade élfica é bem sofisticada, pois ao mesmo tempo que podem reverenciar os deuses eles também compreendem que a natureza detém consciência e se manifesta através dos Espíritos da Natureza, diante disso seus cultos são dotados de um sincretismo particular, o que permite assim uma maior harmonização entre essas duas manifestações transcendentais.
Os elfos são desconfiados com outras raças não feéricas, principalmente anões que para elfos são caricatos e mal humorados, entretanto nada causa mais raiva a um elfos do que as criaturas que vivem para destruir, matar e pilhar, dentre estes os orcs são os mais odiados com toda a certeza.
Por fim vale lembrar que elfos são conquistadores e frequentemente grupos são formados para buscar novas terras, ou melhor florestas inabitadas, além das fronteiras, contudo raramente elfos são vistos por olhos normais, dessa verdade surgiu então um célebre  ditado: " em todo lugar sempre  há um elfo, mas  quase sempre em qualquer lugar um  não se verá "