quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Os Intervalos da Campanha



Olá leitores e leitoras do blog hoje quero compartilhar com vocês um pensamento sobre a estrutura de uma campanha e como esta estrutura influencia no rendimento dos jogadores e mestres inseridos nela.
Primeiramente quero esclarecer porque acredito que um intervalo seja uma boa pedida para qualquer atividade. Acredito que uma pausa planejada pode melhorar e clarear as ideias sobre a atividade que estamos executando, se pararmos para pensar tudo na vida é assim temos férias do trabalho e da escola ou da faculdade, momentos a sós e momentos com nossos ente queridos, como dá para perceber vivemos em situações contrastantes de tensões e relaxamentos. 
Com o RPG não poderia ser diferente, acredito que devemos dar uma pausa e parar para pensar no direcionamento que nossa história está tendo, ou seja, acho muito sábio um mestre para por algumas sessões de narrar a campanha principal, descansando um pouco a mente, experimentando coisas novas e permitindo que o grupo também consiga oxigenar um pouco o cérebro.
Acho essa postura um instrumento para a árdua campanha criada com tanto gosto pelo mestre não se desgaste, além do mais, os intervalos podem servir como testes de aprovação do mestre, pois se realmente a história que ele criou em conjunto for boa, o pequeno intervalo não servirá para levar ao limbo toda a campanha, mas sim aguçar os ânimos dos jogadores.
De qualquer forma é um risco que o narrador que opta por um intervalo sofre, entretanto eu acho que os benefícios são bem maiores, afinal o salto qualitativo que temos depois de um bom descanso de uma atividade que nos esforçamos por demais é incrível.
O post de hoje foi curto e rápido, novamente peço desculpas pela falta de frequência no blog, mas vocês sabem como a vida é, deixo com vocês a caneta e a tinta escrevam suas opiniões nos comentários e me digam é vantajoso fazer um intervalo na campanha?