Pular para o conteúdo principal

Colaboração d'O Bardo - Armas Mágicas

O assunto armas mágicas sem dúvida é um dos mais vastos de todo o RPG. Estas ideias que trago fazem parte de um apanhado que fiz das mais importantes ou interessantes que me recordei sobre o assunto, bem como um pouco do como e porque usá-las.


Motivação e Apelo

Não é nenhuma novidade que se você colocar armas mágicas como meta dificilmente algum jogador experiente não ficará com os olhos brilhando de cobiça. Bem como para os iniciantes, bote armas mágicas na mão dos mais desinteressantes e fracos personagens que eles podem tomar cores com todo um quê especial (vide A Caverna do Dragão, ou Dungeons & Dragons, no original). Enfim, não há grandes mistérios de porque usar armas deste tipo em seu jogo, mas nem por isso elas devem ser abusadas, se armas especiais forem comuns, elas deixam de ser interessantes, use-as com sabedoria.

Tipos de Armas Mágicas

Neste tópico vão algumas das ideias que me ocorreram, não que devam ser tomadas como regra, mas sim como base.

Podem não ser armas

Sem medo de equívovos, o melhor exemplo disto é A Caverna do Dragão (Dungeons & Dragons, no original), embora alguns tivessem armas de dano (Hank um arco, Bobby um tacape e Diana um bastão) outros tinham armas mais inusitadas (Presto um chapéu, Erick um escudo e Sheila uma capa). Claro que a boa e velha espada sempre terá mais apelo que as outras armas (lembrem da Excalibur do Rei Arthur ou da Holy Avenger, da série de quadrinhos homônima).

Fortes contra algum tipo de criatura

Aqui me faço valer da vantagem "flagelo" do 3D&T. São aquelas armas que foram projetadas para serem poderosas contra um tipo exclusivo de inimigo, o caso mais famoso é a Dragon Slayer, espada para (adivinhem?) matar dragões.


Armas Elementais

Creio que para os adeptos do RPG eletrônico este seja o conceito mais familiar. São aquelas armas que possuem um elemento impregnado em si (fogo, água, terra, ar, luz, sagrado, trevas, enfim, depende mais do sistema e da ambientação do que do senso comum definir elementos) são fortes contra criaturas de outro elemento e fracas contra as do mesmo elemento (você não usaria a sua espada de fogo para enfrentar uma salamandra, mas sim o machado de gelo, por exemplo). Uma forma de relacionar os elementos seria esta:


Forma Alternativa

Existem duas maneiras de usar esta ideia. A primeira é a arma mudar conforme o portador, como fazia o Um Anel, da trilogia O Senhor dos Anéis, que mudava de tamanho para servir a quem estivesse com ele. Um exemplo seria uma espada que com um portador ladino, se tornaria uma sorrateira espada curta, já com uma orgulhosa matadora de dragões se transformaria em uma chamativa espada larga. Outra opção seria a arma mudar não só de "modelo", mas sim de tipo, como uma que com um humano fosse uma espada, com um anão um machado e com um elfo seria um sabre. A segunda possibilidade é a arma possuir uma forma que não seja uma arma, como um animal ou mesmo um humano (esta ideia tirei do mangá de Ragnarök), este conceito se complementa com o próximo item, a personalidade da arma.

Personalidade

Neste item me ocorreram três possibilidades, a primeira é uma personalidade abstrata, ou seja, a arma é pacífica (não permite que o personagem batalhe desnecessariamente), agressiva (impele o personagem a atacar todos), justa (não fará ataques traiçoeiros) ou ainda qualquer outra característica que você imaginar. A segunda é uma combinação deste item com o anterior, uma arma fiel, ela nunca aceitará outro dono. Ela ficará muito pesada, em chamas, se desmanchará ou qualquer outra coisa, preferencialmente tendo relação com as habilidades do portador da arma (esta ideia veio do manga Mahou Koshi Rayearth, ou Guerreiras Mágicas de Rayearth, como ficou conhecido no Brasil, escrevi um pouco sobre a série nesta postagem). A terceira possibilidade, e a mais complexa, consiste em uma pesonalidade humana ou algo muito próximo a isso, a arma pode ter alojado um fantasma com uma missão inacabada ou algo assim, precisando da ajuda do portador para concluir-la.

Fala

Muitas das possibilidades acima implicam que a arma fale, pode ser audível, tanto quanto pode ser mentalmente com o portador, fica a cargo do mestre.

Lista de Armas

Alguns tipos de armas para refrescar a mente.

Espadas
Arco
Machado
Maça
Katar
Adaga
Marreta
Escudo
Chapéu
Luvas
Bastão
Anel (jóias em geral)

Não esqueçam de acessar As Crônicas do Bardo Acorde!

Bena