Pular para o conteúdo principal

Como Usar Títulos de Nobreza em seus Jogos?

Em jogos de Fantasia Medieval cedo ou tarde os personagens encontrarão nobres ou receberão títulos de nobreza, no entanto como distinguir os poderes e a influência dos diversos títulos mantendo uma mínima precisão histórica?



Existem 5 principais títulos, a diferença entre eles está na proximidade com os reis e na porção de terra em que cada um tinha autoridade militar ou jurídica. Quanto mais alto o título, mais terrenos e poder o nobre tinha em mãos.  Na hierarquia a começar do mais poderoso do mais poderoso os títulos seriam: duque, marquês, conde, visconde e barão. 

Essa divisão surgiu no século 5, na Europa, depois que o Império Romano caiu e o continente foi dividido em pequenos reinos. Cada um deles era regido por uma dinastia, que contava com a nobreza para conquistar novas terras e manter em segurança as que já estavam sob seu domínio. No século 9, os títulos eram passados de pai para filho como uma honra familiar. Além da autoridade militar e jurídica, esses nobres podiam  cobrar impostos e tinham o dever de cuidar das fronteiras

DUQUE

É o mais elevado título de nobreza nas principais monarquias ocidentais, abaixo apenas de príncipe – normalmente o filho da família reinante – e tem origem no Império Romano, cujos comandantes militares recebiam o nome de dux, palavra latina que significa aquele que conduz, o que vai à frente, o pastor.

MARQUÊS

Na hierarquia da nobreza, é inferior somente ao duque. Seu nome vem do provençal, dialeto medieval falado no sul da França. Ali se chamava originalmente de marquês o intendente de fronteira – também chamado de “governador de marca”. Marcas eram distritos localizados em zonas de proteção nas regiões fronteiriças ou não-pacificadas. Aí, o marquês tinha amplos poderes e respondia pela administração civil e pela defesa militar. Ou seja, era o senhor de terras fronteiriças.

CONDE

Assessor, conselheiro ou oficial do palácio que auxiliava o rei em assuntos cotidianos variados. Recebia condados, porções de terra menores que os marquesados. O título vem da Roma antiga, onde a palavra latina comes ("aquele que acompanha") se referia àqueles que moravam com o imperador.

VISCONDE 
O mesmo que vice-conde, do latim vice comitis, ou seja, o substituto do conde, designado para desempenhar suas funções quando ele estivesse impedido ou ausente – na realidade, o funcionário que substituía o conde na administração do condado.

BARÃO

Súdito fiel do rei, em geral homem rico, que prometia lealdade e serviços em troca de pequenas fazendas ou sítios, que seriam herdados por seus descendentes. A palavra, de origem germânica, quer dizer "homem livre".


Para saber mais você pode adquirir o livro Títulos de Nobreza e Hierarquia

Até mais!
Se você gostou não deixe de comentar.
Nos acompanhe também no Facebook: https://www.facebook.com/FALANDO DE RPG
Nos siga no twitter: @alvaroelisio
Torne-se nosso padrinho: https://www.padrim.com.br/FALANDO DE RPG