Pular para o conteúdo principal

REINOS & RUÍNAS: A ILHA DE UMBARAR

Hoje resolvi trazer mais um post sobre o meu cenário caseiro, dessa vez não me concentrarei no continente de Erenor, mas  apresentarei um dos locais mais perigosos e exóticos do cenário uma ilha dominada por clãs de piratas saqueadores!


Umbarar

Localizada na imensidão azul do Mar Tormentoso, esta ilha é o lar de ladrões e assassinos especializados em saques marítimos. Umbarar é terrivelmente bárbara, pois a única lei reconhecida pelos seus habitante é a lei do mais forte e da lâmina mais cortante.

Colonizada por tribos navegantes vindas do sul e do leste, mas que acabaram não aportando em Erenor, Umbarar construiu-se ao longo dos séculos como um lugar maligno onde todo tipo de perversão e culto blasfemo se faz presente com liberalidade. 

Uma terra onde a paz não existe, Umbarar é dividida por quatro clãs fundadores de cidadelas  que vivem em constante clima de ameaça e guerra. Apesar disso,  seus habitantes não deixam de tornar a passagem pelo Mar Tormentoso ainda pior, pois incendeiam, matam e afundam tripulações e navios na tentativa de saquearem as cargas. 

Conhecidos também como compradores de escravos não é difícil encontrar histórias de negociações entre um pirata de Umbarar e monstros asquerosos como orcs e ogros. Aqueles que já estiveram na ilha e voltaram para contar a história sussurram que Umbarar é um lugar estranho, cheio de bizarrices mortais que remontam a civilizações antigas, conhecidas apenas por seus vestígios. 

As cidadelas de Umbarar

Curiosamente, todas as quatro cidadelas deste povo navegante não ficam exatamente a beira do mar, mas próximas ao rio caudaloso que corta a ilha praticamente no meio. Como tudo dentro de Umbarar é quase um segredo, nada além de incertos boatos são conhecidos em Erenor sobre as sociedades que lá habitam

Ponta de Sangue

Esta cidadela é a casa de um dos povos mais violentos de toda a história do mundo, dizem que o clã ponta de sangue é assim chamado por causa de seu nunca visto ritual de iniciação de guerreiros. Nesta cidade também ocorre o que ficou conhecido como a Cúpula Rubra um torneio onde apenas um dos participantes deve viver.

Crânio Negro

Comandada por um homem que se autoproclamou rei dos ossos, dizem que neste lugar não existe vida realmente, mas apenas viventes pela metade que tiveram partes de suas almas roubadas em troca de se morrerem serem ressuscitados como caveiras navegantes.

Caravela Negra

A cidadela com maior número de habitantes e também a mais conhecida, Caravela Negra é um local cheio da escória do mundo, contrabandistas, exploradores, escravocratas, assassinos e ladrões sempre são bem vindos por lá e contanto que sobrevivam podem viver em "paz" e prosperar.  Caravela Negra é "governada" por  facções criminosas, dentre as quais a mais poderosa se chama Teia, liderada por Adherkai, o colecionador, um ladrão apreciador de raridades e itens poderosos

Serpente do Norte

Também conhecida como o reino da víbora, Serpente do Norte é comandada pelo dragão de duas cabeças Zercugolax. Nesta terra nortista, o horror impera pois Zercugolax exige adoração através de sacrifício de mulheres e crianças se proclamando dragão-deus. Além disso, muitos dizem que o clã da Serpente do Norte partilha atributos e aparência com seu deus.

Regiões Ermas e Ruínas

Nas regiões não habitadas pode-se encontrar de tudo, inclusive perigos inominável e de aparência alienígena para habitantes do continente. Animais ferozes, bestas mágicas, demônios e fantasmas infestam a Mata dos Coqueirais e as ruínas na planície de areia - onde as cidadelas foram construídas. No extremo leste da ilha ao Norte, afirmam alguns, na região conhecida como Floresta da Virgem, habitam macacos inteligentes, fadas arrogantes e dinossauros terríveis. 

Por hoje é só!
Se você gostou não deixe de comentar.
Nos acompanhe também no Facebook: https://www.facebook.com/FALANDO DE RPG
Nos siga no twitter: @alvaroelisio
Torne-se nosso padrinho: https://www.padrim.com.br/FALANDO DE RPG