Pular para o conteúdo principal

Amor,Traição & Vilania


Paixões e amores proibidos, relacionamentos que nunca deveriam acontecer, estes são temas pouco usados em mesas de D&D, onde geralmente os personagens se preocupam em ganhar teosuros explorando masmorras ou evitar que o mal da vez acabe com o mundo,no entanto temas como estes tem um potencial enorme para aventuras e campanhas inteiras.


Foi pensando nisso que resolvi escrever sobre o assunto e dar quem sabe algumas ideias para os mestres de plantão usarem em suas aventuras habituais, temperando-as com alguma situação no minimo interessante


Este post nasceu de um evento que eu estava me lembrando a pouco, uma situação que aconteceu na época que eu jogava o D&D 3.5, na nossa campanha, que se chamava as joias de Tiamat, o grupo que eu participava enfrentou três vilões osso duro, entre eles havia uma mulher chamada Barbara, a qual teve um caso com o barbaro de nosso grupo , este fato simplismente caiu como uma bomba quando foi revelado para todos inclusive aos outros dois vilões que eram irmãos dela e também não sabiam do acontecido, além de ser um grande drama por si só na parte interpretativa do jogo ele ainda alterou completamente o combate que iria ocorrer posteriormente.


Em outro caso,com o mesmo grupo mas em outra campanha, o guerreiro do grupo foi embreagado pela necromante do grupo ,que aliás era uma vadia daquelas,e foi incitado a se deitar com ela o que levou a uma mudança drastica nos relacionamentos dos personagens dentro do grupo na presente campanha, além de mudar a geografia do cenário( o guerreiro era principe e para não sofrer com futuras chantagens deu um bom pedaço de terra a necromante que se tornou rainha do reino mais podreira do cenario) e ainda mudou o historico desses personagens para sempre, o guerreiro foi pai e tinha que enfrentar perrengues para não deixar a filha cair no lado negro da força combatendo diretamente os argumentos da mãe da sua filha.

Estes exemplos demonstram como relacionamentos,mesmo aqueles que duram apenas uma noite, podem se tornar uma pedra no sapato de qualquer personagem e um otimo ingrediente para novas aventuras e campanhas, já imaginou o que poderia ser feito depois da informação banal que um dos personagens se deitou com uma meretriz? Talvez ela não se ja apenas uma prostituta seja algo mais que marcou o pobre coitado com uma maldição que só poderá ser retirada com sua morte.

O amor pode ser uma arma e tanto de rendenção dos jogadores também, afinal uma heroina poderia convercer o braço direito do vilão principal a volta-se contra ele apenas para ficarem juntos a vida inteira como um casal feliz, o contrário também pode acontecer um vilão pode conquistar um heroi para atuar em sua causa em nome do amor que estes tem um pelo outro.

Uma paixão também pode vir a ser a melhor arma do vilão para se aproximar de um grupo descobrir suas fraquezas e depois trair-los atacando onde o grupo é mais fraco, ou seja, no lado emocional,o resultado é delicioso para o mestre, pois o drama causado por tais situações é um grande abalo para todo grupo.

As possiblidades não acabam por ai, a situação ainda pode ficar mais delicada, já imaginou uma aventura inteira onde o grupo tem que caçar o filho de um dos integrantes do grupo, que se descuidou e deitou com uma vilã? Que tragédia ter que matar o proprio filho principalmente qunado em lágrimas a mãe implora pela sua vida e o garoto chama o nome do pai deseperadamente.

Como vocês podem ver o amor, a traição e os vilões podem andar juntos e darem ótimas campanhas e aventuras, tão marcantes quanto aquele épico encontro com o dragão vermelho arquimago milenar.

Deixo para vocês esta dica meus 1d4 leitores, comentem e me digam o que acharam e como vocês já usaram (se usaram) este tema em suas campanhas, escrevam novas ideias e compartilhem comigo , no mais até logo e aguardem o próximo post. :{D