Pular para o conteúdo principal

Agilizando o Jogo, Valorizando um Pouco mais Interpretação


Olá pessoal! Mais um carnaval ( eita festa ruim viu!), mais um carnaval que não vou ao acampamento da igreja( uma pena porque seria ótimo), mais um carnaval que vou jogar RPG ( isso sim é uma coisa boa nesses dias de folga) e mais um carnaval de postagens ( piadinha sem graça essa). Mas, bem abandonando a brincadeira de mau gosto, eu estou aqui para escrever algumas dicas que pensei para aumentar a rapidez do jogo e valorizar um pouco mais a interpretação, vamos a elas:


  • Role os dados do ataque e do dano ao mesmo tempo.
  • Esqueça as perícias sociais em situações que não tenham algum combate envolvido, ou seja, valorize os momentos interpretativos, aja como seu personagem e deixe que o mestre decida se sua argumentação foi legal ou não, lembre-se de que se ele for um bom mestre ele nunca prejudicará a história, mesmo que aparentemente esteja prejudicando seu personagem. Use o dado para essa perícia em situações combativas, como por exemplo na tentativa de persuadir um  inimigo a se tornar um aliado, durante uma emboscada que  pegou todos de surpresa, aumentando assim, a chance tanto do grupo quanto a dele de sobreviver.
  • Valorize os combates e os torne mais mortais, reduza para metade os PVs dos monstros, mas aumente seu dado de dano em um categoria, sendo assim, se por ventura o dano de uma garra era 1d6 ela passa a ser 1d8; e se o mesmo monstro tiver 24 Pvs esses são reduzidos para 12.
  • Estabeleça a iniciativa apenas uma vez por combate.
  • Evite cenas combativas, explore a interpretação desenvolvendo a história coletiva a partir das histórias individuais, integre os históricos dos personagens com a trama, colocando algum dos elementos encontrados no passado dos personagens naquilo que está sendo visto no presente momento da campanha; talvez o mago do grupo tenha visto sua irmã ser vendida por um comprador de escravos que agora é o "bondoso" regente da cidade estado onde o grupo está. O importante é causar impacto emocional no grupo.
  • Se seu jogo utiliza miniaturas, evite usá-las nos momentos menos importantes, resolva os combates de maneira diferente, faça uma disputa de dados resistida( criatura vs. Pj por exemplo) quem vencer narra essa ação com direito de veto pelo grupo e/ou pelo mestre.
É por enquanto é isso espero que vocês tenham gostado e não esqueçam de comentar afinal é a participação de vocês que motiva este blog a continuar