Pular para o conteúdo principal

Algumas Palavras Sobre RPG e Rede Record: O Ponto de Vista de Rpgísta Cristão

Olá senhores e senhoras que acompanham este blog, infelizmente hoje eu não trarei nenhuma dica de RPG ou material sobre o assunto, mas falarei sobre um assunto que anda deixando muito jogador com a pulga atrás da orelha,  a mais nova "propaganda" do nosso Hobbie a novela Rebelde da rede de televisão Record.
Pois bem, antes de mais nada quero dizer que vou falar neste post de duas maneiras a primeira como jogador e narrador de RPG e a segunda maneira como uma pessoa que resolveu acreditar que a melhor forma de crer e adorar a Deus é através da fé professada através dos paradigmas protestantes/evangélicos/pentecostais, então sintam-se a vontade para pular qualquer uma das partes dos textos.


Isso sim é um jogo de RPG



O Que Penso Como Rpgísta

A primeira coisa que tenho a dizer é que estou extremamente infeliz com toda essa "propaganda" que está sendo feita nessa novela, não há de maneira nenhuma conhecimento profundo sobre o assunto, o que vi foi uma postura preconceituosa e extremamente danosa tanto para aqueles que jogam o jogo quando para aqueles que por ventura poderiam conhece-lo, não se mostra um bom exemplo do que seria um grupo saudável de RPG, que  jogadores não são "comedores de criancinhas" o que vi até agora foi apenas um grupo de doentes que confundem realidade com ficção.
Por mais que a situação não pareça problemática, eu sou testemunha viva do que a combinação falta de reflexão, intolerância e propaganda negativa pode trazer de dano na vivência de nosso hobbie. Falo isso com propriedade, pois eu mesmo ainda sofro sérias retaliações por parte de meus parentes por causa dos meus livros e desse jogo "satânico", por muito tempo escutei coisas como "você precisa se libertar desse vício", ou coisas como "tu joga aquele jogo que mata pessoas não é?"
O que é veiculado em uma novela não vai ter tanta expressividade, o  RPG nem está sendo tão demonizado, ainda é cedo para reclamar... É talvez palavras como essas estejam corretas, mas isso só o tempo dirá e sinceramente eu não quero esperar que ele me diga, afinal eu já sofri demais por causa da demonização de algo tão legal como o RPG e não quero que outros sofram com isso.
Ao invés de trabalhar o tema RPG da forma com que se está trabalhando por que diabos não se tentou trabalhar como uma forma de aprendizado inovadora, uma ferramenta pedagógica de grande plasticidade e potência? Se por ventura a intenção de colocar um hobbie na novela é mostra-lo de maneira natural, ou melhor, despretensiosa porque não demonstrar o jogo como um instrumento auxiliador  lúdico na construção do conhecimento e formação do indivíduo como cidadão? Com essas duas perguntas chega-se a uma terceira será que não temos que nos preocupar com a forma que estão mostrando o nosso hobbie? Sinceramente eu acho que sim, afinal o que se está vendo na novela é um tema delicado, que levou a demonização de um jogo inocente.


Dá para levar a sério um cara desses? Como nós falamos só Jesus salva!




O Que Penso Como Cristão/Evangélico


Sinceramente só tenho uma frase a dizer para Edir Macedo, vai aprender a ser cristão cara! Não dá para levar a sério os sermões,as posturas dele; e consequentemente uma instituição que segue as palavras deste um homem, capaz de deturpar o livro que contém a mensagem mais bela existente nesse mundo ( essa é minha opinião).
Como dar crédito a um homem que demoniza um jogo, mas que enaltece uma teologia fraca e materialista, que esquece que Jesus foi pobre, padeceu e que condenou um jovem rico por seu amor a essa riqueza? Como dar crédito à um homem, que se diz ministro de Deus e admite na programação de seu canal de televisão programas como A Fazenda, que nada tem de educativo, beirando o imoral, que ao invés de incentivar uma programação de qualidade , constrói um conjunto de besteiras, enquanto ainda tem a cara de pau de fazer negócio com a fé dos menos esclarecidos?  Não meus queridos não dá para dar crédito, muito menos chamar um cara desse de crente/evangélico/pentecostal/ protestante/cristão, o termo que você desejar, ele no fim das contas é apenas um pecador depravado carente de Deus.
Sendo assim, senhores e senhoras se manifestem e afirmem que demonizar o RPG é errado, mas por favor, não coloquem todos os evangélicos no mesmo saco do bispo porque este não conhece o Deus que eu conheço.




Essa é atitude de um verdadeiro cristão! Orar pelo próximo




Conclusões Finais


Bem, este post foi mais um desabafo do que qualquer outra coisa, pois me sinto horrorizado só de pensar que outras pessoas podem passar pelo que passei, ou seja, preconceito, estigmatização e proibições. Temos que a cada dia quebrarmos os grilhões e rasgarmos as caricaturas de mal gosto que fizeram sobre o nosso querido Hobbie, afinal não somos assassinos ou psicóticos somos apenas pessoas como qualquer outro ser humano, com uma única diferença rolamos dados e contamos histórias.


Obs: Se alguém por ventura se sentiu ofendido com minhas palavras eu quero pedir desculpas, pois esta não era minha intenção.