segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

5 Considerações sobre Blood & Honor

Olá leitor e leitora! Estamos de volta com mais um post e hoje eu gostaria de deixar registrado aqui as minhas considerações sobre o jogo de RPG narrativista Blood & Honor.



Blood & Honor é um jogo sobre samurais, mais especificamente sobre tragédia samurai. Lançado pela Redbox em 2013, Blood & Honor é de autoria de John Wick, um game design que também trabalhou com o jogo A Lenda dos Cinco Anéis. 

Comprei minha edição ainda em 2013 e tentei ler o jogo umas duas vezes, mas sem nunca cheguei ao fim. Eu atribuo essas minhas descontinuidades ao fato de que dificilmente eu venha a encontrar uma oportunidade para narrar o jogo, ainda mais levando em consideração o perfil da galera que geralmente joga comigo. 

Todavia, isso não significa que o jogo não seja bom ou que sua leitura não seja proveitosa, ao contrário, o jogo é bem legal e muita coisa que se encontra nele pode ser usada ou servir de "adubo" para outros jogos. Então, pensando desse jeito, eu acabei lendo Blood & Honor e cheguei a conclusão que esses são os cinco pontos que mais gosto no jogo:

1- Mecânica de Aspectos: Uma coisa bem legal desse jogo é a mecânica de Aspectos, que são como traços definidores dos personagens, características que marcam sua personalidade e sua forma de agir no mundo. Aspectos podem ajudar, dando uma quantidade específica de dados bônus, ou podem atrapalhar os personagens, fazendo agir conforme o defeito que está implícito no Aspecto, apesar disso, agir dessa maneira concede pontos de honra. 

2- Pontos de Honra: Outro aspecto bastante interessante do jogo é a honra. A honra é um número de pontos que todos os jogadores de um mesmo clã dividem entre si e que servem para conceder dados bônus ou adicionar detalhes na história. No jogo, os pontos de honra são recuperados quando o interesse do clã do personagem é promovido; quando se defende a honra e a dignidade do clã; quando o jogador coloca o próprio personagem em perigo ao cumprir uma obrigação e se nega a vontade individual do personagem para fazer a vontade do clã.

3- Riscos, Apostas e Prioridade: Esses três elementos são a espinha dorsal do sistema. Riscos é o nome dado aos testes dentro do jogo, neles, a dificuldade sempre será 10. Apostas é a quantidade de dados que eu "retiro" dos dados que eu tenho em mãos em meu risco e que eu aposto tendo por intenção garantir a oportunidade de adicionar elementos na história. Prioridade é a possibilidade de narrar o sucesso ou falha dentro de uma cena, definindo um aspecto da trama. A prioridade ocorre quando eu tiro 10 ou mais e, no caso de um teste resistido, consigo um valor maior do que meu adversário.

4- Depois de uma afirmação, não diga "não", porém, você pode dizer um "mas": Outro ponto interessante é a ideia de que depois que algo é dito e inserido na narrativa aquilo não podes ser simplesmente negado, assim, se eu digo que um fulano morreu, um outro jogador não pode dizer que isso é mentira, porém ele pode falar um "mas" e dizer algo como "ele morreu, mas quem está substituindo ele é o seu irmãos gêmeo". 

5- Ações de Estação e Guerra: Ações de Estação é uma maneira interessante de contar o tempo e também fazer com que os personagens e também seu mundo evoluam, a cada estação os jogadores têm a oportunidade executar uma ação que melhore o lugar onde vivem, espione outros lugares, aumente seu nível ou crie um novo item. Além desse uso, é possível fazer uso da Ação de Estação para guerrear, a guerra aqui significa focar todos os recursos no conflito até que um dos grupos envolvidos não tenha mais forças. Assim, muito mais do que um conjunto de regras táticas, temos riscos que envolvem moral, capacidade dos generais, riscos sobre o favorecimento dos poderes místicos, sobre o cumprimento das ordens, sobre a força e a coragem das tropas, sobre o treinamento delas e por fim, sobre sua moral novamente. A guerra acaba se um dos lados se render ou se todos os oficiais e suas tropas forem mortos. 

Essas foram as coisas que mais me chamaram a atenção no jogo e de todas essas talvez a que eu usarei em minha campanha muito em breve é a regra das Ações de Estação e de Guerra. E então o que você achou da lista? Se tem o jogo concorda comigo ou acha mais interessante outras coisas? Eu gostaria de conhecer sua opinião, um abraço e até a próxima!


Se você gostou não deixe de comentar.
Nos acompanhe também no Facebook: https://www.facebook.com/FALANDO DE RPG
Nos siga no twitter: @alvaroelisio