Pular para o conteúdo principal

Reporte da Campanha O Retorno do Principe: Episodio 1 Protegendo Hadel

Finalmente a primeira aventura de minha campanha foi completada pelos meus jogadores e foi muito legal ela durou duas sessões, mesclando combate, interpretação e desafio de pericias. Infelizmente o grupo não ficou do jeito que eu queria a quantidade diminuiu e muito do esperado, no entanto achei por um lado bom, afinal fica mais fácil administrar as coisas , dessa maneira o grupo que era de cinco ficou com três personagens sendo um destes um clérigo criado por mim.Agora sem mais demoras vamos ao reporte da aventura.

Proposta da Aventura: Nesta primeira aventura os personagens foram introduzidos a trama da campanha ,  o resgate do principe-regente Erion o dourado, o qual está mantido cativo pelo barão Deredor que assumiu o trono graças as suas falsas provas da  morte do governante. Nessa aventura recisamente os personagens deveriam começar uam organização e impedir o primeiro grande plano maligno de Deredor : A expansão do reino de Asfort e a conquista da cidade-estado de Hadel.

Resenha da Aventura: O início da aventura foi cheia de roleplay, os personagens foram convidados para um grande conselho com os nobres rebeldes de Asfort, a chamada Aliança Rebelde, individuos que vão de encontro com os designos do barão Deredor, nesta reunião eles ficarão sabendo dos planos malignos de expansão e conquista de Hadel, sendo assim alistados para o auxílio da cidade-estado.
Contudo antes de receberem alguma ajuda da Aliança Rebelde, os personagens e os pdms foram surpreendidos por uma investida do exército do barão que incendiou o galpão onde ocorria a reunião, os personagens então tiveram seu primeiro desafio: fugir das chamas e salvar as pessoas de morrerem queimadas, algo que eles fizeram com louvor.
A reunião ocorreu no final da tarde e apesar de terem ajudado a salvar vidas eles estavam agora perdidos e sozinhos numa floresta e para piorar as coisas a noite já havia engolido a tarde. Alathar o clérigo do deus do sol, Mandira a guerreira e o mago eladrin Ulrik se separaram daqueles que eles salvaram   e seguiram em direção a cidade de Hadel pela floresta , esta etapa foi resolvida através de testes de pericias, houve um pouco de interpretação entre os jogadores e também algumas falhas nos testes que ocasionaram na perda de pulsos de vida, no fim eles encontraram a estrada, porém algo os esperava lá.
O que ocorreu depois da saida da floresta foi um combate contra um pequeno agrupamento do exército de Asfort, a luta foi rápida e sem muitas perdas, um combate para animar a mesa, após a luta os personagens seguiram ao porto que levava a Hadel, foi mais uma cena de interpretação, algo muito legal,com ideias interessantes aparecendo.
Ao chegar em Hadel, os valorosos herois tiveram de convencer um dos anciões governates da cidade sobre o iminente ataque do vil Deredor, depois de um desafio de pericia bem sucedido e uma cena de interpretação equilibrada, Mandira e companhia foram designados a protegerem as ruinas de um antigo circulo arcano  de teleporte que poderia servir como um atalho para o exército asfortiano selando assim um massacre a despreparada cidade de Hadel.
Este foi o derradeiro combate da aventura, o mais dificil e mortal, quase levando a ruina todos os herois que lutaram contra um mago sua hiena de estimação, dois elfos mercenários e alguns lacaios, a luta foi nervosa do início ao fim e por pouco o final não foi trágico, contudo  o pdm clérigo Alathar fez a diferença recuperando os Pvs da guerreira Mandira que foi a autora do ultimo golpe, o qual definiu   uma gloriosa e marcante vitoria para os personagesn dos jogadores.

Minhas Conclusões: Tudo ocorreu bem, eu ainda estou meio enferrujado, no entanto todos gostaram da aventura, o sistema é novo para mim e isso me faz ter duvidas de vez em quando, nada grave mas que atrasou um pouco, a inexperiência dos jogadores foi outro fator que aumentou no trabalho da sessão, mas isto não afetou em nada a interpretação e as ideias criativas, o que rolou mesmo foram duvidas com as regras e consultas nos livros, assim eu acho que foi muito proveitoso e as sessões só tendem a melhorar daqui por diante, pois estamos todos empolgados.

   todo mundo de olho no mapa 


  O material do Jogo


O mestre e os jogadores no combate depois da florestas


Quando não se tem cachorro se caça com gato
sem miniaturas vale tudo até pokemon hehehehe
esta cena foi no ultimo combate da aventura

Jogadores com caras não muito boas na tensão do ultimo combate 
foi muito punk este combate hehehehe

 
Um mestre de tendência boa fingindo ser mal

Meus créditos finais ficam para o fotógrafo da nossa primeira sessão Marcos Vinícius e ao lado dele  o lugar onde jogamos


Até breve senhores e aguardem apróxima sessão!!!!!!!!!!!!!