Pular para o conteúdo principal

A Falta de Peças de Ouro: Aventureiros Sem Grana Ótima Oportunidade para o Mestre

Comecei a pensar no que significa a falta de dinheiro para um grupo de heróis esta semana quando as reservas dos meus jogadores se esgotaram e eles tiveram que começar  lidar com tal situação.O que quero explanar com meu novo post é como pequenas coisas são  dificeis para aqueles que resolvem seguir um caminho mais correto como o meu grupo, ou  para personagens que tenham um orgulho muito grande e  não se dispõem a realizar pequenos delitos para solucionar suas necessidades, neste caso a pequena falta de moedas.
Se a nossa aventura não fosse urbana, esse problema estaria solucionado, pois dependendo do local certas necessidades que o dinheiro compraria poderiam ser sanadas com a força dos próprios punhos, falo claro da comida e da água e de itens mais simples como madeira seca para a fogueira, mas em ambientes urbanos o comércio rege a musica e sem a moeda, ninguém pode acompanhar a canção.
Neste ponto se abre então uma janela interessante para o mestre usar de situações de roleplay enriquecendo a campanha com cenas de interpretação cômicas e dramáticas, pensem bem um personagem orgulhoso   e bom sofreria muito tendo que trabalhar em situações que ele considera humilhantes, ou até passando pela tentação de roubar ou mendigar, da mesma forma seria engraçadissímo ver o guerreiro bruto dando uma de bardo para conseguir algumas moedas.
Mas, as coisas não param por afinal a falta de dinheiro apesar de poder aparentar algo sem muita importância que deve ser logo sanado para a continuidade do jogo e para o bem dos jogadores é algo extremamente enriquecedor de uma campanha, para mim falta de dinheiro é sinônimo de aventuras paralelas, pela razão de que a maioria dos jogadores procurarão os trabalhos mais rápidos e facéis para conseguir logo algumas moedas(lembrando que como heróis eles não roubarão) tais trabalhos podem render ótimas aventuras, um exemplo legal disso é a ideia dos personagens servirem de seguranças para uma taverna muito popular numa festividade nobre dessa, lá eles se deparam com uma das dançarinas do local sendo atacadas por alguns individuos e vão tomar satisfação se metendo num arco de histórias que eles não deveriam se meter. Conclusão dessa cena ? Os personagens ganham o dinheiro pelo serviço à taverna e arranjam problema e mais aventuras,como podem ver a busca por dinheiro pode ser também uma fonte  para grandes aventuras, nas linhas posteriores coloco algumas sugestões de situações interessantes de como a atitude de arranjar dinheiro pode resultar também em pequenas e gostosas aventuras.
* Um torneio de luta está ocorrendo na cidade e o prêmio é de um saco de moedas.
* Um grupo de nobres está a procura de seguranças para uma misteriosa reunião nas ruinas de uma torre no norte paga-se bem!
*Um mago precisa de um pequeno item para a conclusão de um de seus rituais, sua oferta parece bem lucrativa.
*Os tributários estão tendo problemas em cobrar os impostos em alguma região e precisão de ajuda, eles estão oferencendo uma boa quantia de ouro.

Acho que com os argumentos citados está mais que provado as oportunidades escondidas na necessidade de um grupo, claro talvez o que apresentei aqui não funcione num grupo integrado também por um ladino, mas mesmonestes casos a falta de dinheiro pode ser uma boa oportunidade para novas jornadas e experiências, no entanto isso é assunto para outro post!

Um abraço forte, comentem e me falem o que vocês acham!